Ofertas Públicas | IPO

Aposte nas novas ações!

Oferta Pública Inicial (IPO) é a primeira vez em que as ações de uma empresa são vendidas ao público em geral numa Bolsa de Valores.

Abra sua conta
Logo
O financês dá um nó na sua cabeça?

Aqui nós falamos a sua língua.

  • Simples

    Descomplicado, porque investir é para todo mundo.

  • Pra todos os objetivos

    Conheça opções de investimentos para diferentes objetivos.

  • Sem letras miúdas

    Corretagem zero, para você investir em Ações, BDRs e FIIs.

Aprenda Ofertas Públicas com a Riconnect

Em um IPO, a empresa faz a venda dos seus ativos pela primeira vez. Esse recurso é interessante para a empresa pois ela vai captar recursos do mercado para iniciar novos projetos, e para quem investe, que adquire as ações por um valor menor do que o do primeiro pregão.

Através de serviços e ferramentas exclusivas, você realiza a sua reserva e faz o acompanhamento de forma simples, rápida e segura.
Renda Variável
Ações ordinárias e preferenciaissaiba tudo sobre
Primeiros Passos
Quais os tipos de ações e como escolher o ideal para você?
Primeiros Passos
IPO: maiores altas e baixas no Brasil e no mundo
Abra sua conta

Comece a investir em IPO com a Rico

Se você reserva ações em um IPO, têm a grande vantagem de poder comprar ações antes de chegarem ao mercado. E, na Rico, você pode chegar antes e investir em empresas assim que elas abrirem o capital.

 

Dê o primeiro passo para sair da bolha. Abra sua conta.

Abra sua conta
Invista do jeito certo: o seu
Invista do jeito certo: o seu
Custos e taxas

Entenda nossos custos para investir de um jeito simples e transparente.

Saiba mais

Risco do investimento:

Médio/Alto

Desempenho esperado ou eventos que possam afetar o desempenho:

As ordens de clientes terão prioridade em relação às ordens das pessoas vinculadas à Rico.

Ficou com alguma dúvida?

IPO é a sigla para “Initial Public Offering”, em português, Oferta Pública Inicial, e é um processo que caracteriza empresas que abriram capital na Bolsa de Valores, disponibilizando parte de suas ações para o público em geral.

Geralmente, as empresas fazem IPO com o objetivo de captar recursos. Algumas outras vantagens são: aumentar o caixa sem onerar o balanço, possibilitando o crescimento (e a consolidação) da empresa; atração e retenção de novos talentos; e permitir o acesso de investidores que entendem muito sobre o setor, facilitando a troca de informações sobre as ações da bolsa brasileira e de bolsas internacionais, por exemplo, para entender se a empresa está num cenário positivo ou não.

Quando uma empresa lista suas ações na Bolsa, ela permite que pessoas comuns se tornem suas sócias a partir da compra dessas ações. Para fazer um IPO, as empresas precisam cumprir uma série de requisitos, de modo que o planejamento e auditoria, além do “roadshow” (as reuniões de apresentação da empresa ao mercado) são etapas fundamentais para começar esse processo.

Além disso, existem 2 tipos de ofertas que investidores podem fazer: as primárias (venda de novas ações) e as secundárias (venda de ações já existentes). Para saber mais, acesse: https://www.infomoney.com.br/guias/ipo/.

Para investir em IPO, o primeiro passo é ter conta em uma corretora, como a Rico. Depois, será preciso realizar uma TED e acessar o seu Home Broker. Assim, você consegue visualizar as opções disponíveis e entender quais empresas estão programadas para abrir IPO. Depois, será necessário fazer um pedido de reserva de ações. Aí é só realizar o pagamento e acompanhar as negociações.

Veja o passo a passo para abrir uma conta na Rico: https://riconnect.rico.com.vc/blog/como-abrir-uma-conta-rico-corretora.